Núcleo de ensino

Histórico

A análise da literatura sobre a Educação Especial no país e a realização do estudo no Estado sobre "Política de Educação Especial: o que pensam os educadores?" (JESUS, D. M.; FERREIRA, M. de F. P.; ARAGÃO, E. M. de, 1992) revelaram um quadro de total precariedade no atendimento educacional aos estudantes com deficiência.

Diante desta realidade, em abril de 1993 foi criado o Laboratório de Estudos em Educação Especial do Centro Pedagógico da UFES a partir da constatação da enorme carência de profissionais formados para atuarem nesta área, bem como da ínfima contribuição da Universidade em assumir a sua responsabilidade social de formação de profissionais e de produção e socialização de conhecimentos em Educação Especial, coordenado pela Prof.ª Ms Maria de Fátima Ferreira Prates.

O Laboratório de Estudos em Educação Especial do Centro Pedagógico da UFES constituiu-se em um projeto experimental, implementado por um Grupo Emergente de Pesquisa, que inicialmente visava atender aos estudantes pertencentes ao Sistema Público Estadual de Ensino, que apresentavam características que apontavam para um possível diagnóstico de deficiência intelectual.

Além do atendimento destinado ao público-alvo, tínhamos como objetivos: Implantar um serviço que fosse referência para o atendimento de alunos da rede pública que apresentassem necessidades educacionais especiais; produzir e socializar conhecimentos sobre como intervir junto a esses alunos; criar campo de estágio para a formação de recursos humanos; capacitar e atualizar profissionais que já atuavam na área de Educação Especial.

Inicialmente, as pesquisas desenvolvidas pelo, ainda Laboratório de Educação Especial, foram agregadas em um estudo, coordenado pela Prof.ª Drª. Denise Meyrelles de Jesus, que teve como objetivo acompanhar todo o processo de construção de um grupo de pesquisa intervenção junto a alunos com necessidades educacionais especiais matriculados regularmente em classes especiais inseridas nas escolas públicas da rede estadual de ensino.

Desde então, o NEESP tem sido o espaço de desenvolvimento de muitas pesquisas organizadas, principalmente, pelos professores do Centro de Educação em parceria com professores de outros Centros. Essas pesquisas têm um caráter multidisciplinar promovendo a confluência de saberes e fazeres de diferentes áreas de conhecimento.

Neesp

Atualmente, com o movimento de inclusão e a efetivação da matrícula de estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação nas salas de aulas comuns no ensino regular, temos sido convocados à realização de pesquisas e projetos de extensão que possam sinalizar propostas, em especial, de práticas educacionais para a formação inicial e continuada de professores e gestores, de políticas públicas e de inclusão escolar. Além disso, os integrantes do NEESP têm sido convidados a pensar o atendimento educacional especializado a esses estudantes e a inclusão nos diferentes níveis e etapas de ensino.

Nesse sentido, os integrantes do NEESP têm instituído diferentes frentes de representação e trabalho. Uma dessas frentes é a participação dos seus integrantes no Fórum Permanente de Educação Inclusiva que se caracteriza pela pluralidade e pela diversidade, tendo um caráter não confessional, não governamental e não partidário. Outra frente de trabalho é o Observatório Nacional de Educação Especial - ONEESP, coordenado pela professora Enicéia Gonçalves Mendes, da Universidade Federal de São Carlos/SP. O ONEESP tem como foco de produção os estudos integrados sobre políticas e práticas direcionadas para a questão da inclusão escolar na realidade brasileira. Temos também quatro grupos de pesquisa registrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq: (1) Infância, Cultura, Inclusão e Subjetividade (GRUPICIS); (2) Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Inclusão (GEPEI); (3) Educação Especial: abordagens e tendências e o de (4) Educação Especial: formação, práticas pedagógicas e políticas de inclusão escolar.

Objetivos

Os Objetivos do NEESP: Produzir e socializar o conhecimento na área de Educação Especial; possibilitar campo de estágio para formação de professores e gestores; propiciar a melhoria da formação docente realizando cursos e oficinas, bem como o desenvolvimento de trabalhos de extensão e de pesquisas na área de Educação Especial e afins; prestar serviços à comunidade por meio de oficinas, acervos para consulta, visitas e assessorias.

Instalação do NEESP

Clique para acessar os documentos

1. Ata de Instalação
2. Estatuto da UFES
3. Folder do evento de instalação

 

Coordenação/equipe

Prof.ª Dr.ª Sonia Lopes Victor (DTEPE/CE/UFES) - coordenação
Prof.ª Dr.ª Denise Meyrelles de Jesus (DEPS/CE/UFES)
Prof. Dr. Hiran Pinel (DTEPE/CE/UFES)
Prof. Dr. Rogério Drago (DTEPE/CE/UFES)
Prof.ª Dr.ª Ivone Martins de Oliveira (DTEPE/CE/UFES)
Prof.ª Dr.ª Mariângela Lima de Almeida (DEPS/CE/UFES)
Prof. Dr. Reginaldo Célio Sobrinho (DEPS/CE/UFES)
Prof. Dr. Edson Pantaleão Alves (DEPS/CE/UFES)
Prof. Dr. Vítor Gomes (DTEPE/CE/UFES)
Prof.ª Dr.ª Andressa Mafezoni Caetano (DTEPE/CE/UFES)
Prof. Dr. Jefferson Bruno Moreira Santana (DLCE/CE/UFES)
Prof.ª Dr.ª Keila Cardoso Teixeira (DLCE/CE/UFES)
Prof.ª Dr.ª Lucyenne Matos da Costa Vieira-Machado (DEIS/CCS/UFES)

Monitoria

Alejandra Cezarina Rodriguez Paz
Estudante do Curso de Pedagogia/UFES

Horário de atendimento

13h às 17h

Atividades

1 Grupos de Estudos
2 Grupos de Pesquisa
3 Grupos de Extensão
4 Programas de Extensão
5 Outras atividades

Contatos

+55 (27) 4009-2558
neesp.ce.ufes@gmail.com